Quem inventou o amor, explica por favor...


Hoje o post vai ser totalmente diferente dos que vocês estão acostumados a ler aqui. Eu até tinha pensado vir com textos de comportamento, falando sobre amor, amizade e coisas do cotidiano feminino. Mas ando tão sem inspiração para tal área, que resolvi deixar mais para frente, e vai  ser assim mesmo apesar desse post.

Mas hoje eu tive uma vontade imensa de vir falar sobre amor. Esse sentimento louco que as vezes, vem de pouco em pouco, calado, sem fazer alarme ai quando você olha, está lá e você não tem outra alternativa a não ser rende-se por completo. E eu tive que me inspirar nos meus queridos da Legião Urbana, com uma das suas melhores músicas para ter coragem de vir postar sobre algo tão comum e incomum.

Nunca havia me apaixonado antes, a não ser quando tinha 12 anos e era louca pelo melhor amigo do meu irmão que era irmão mais velho do meu melhor amigo, entenderam? Não? Deixa para lá. Coitada de mim, escrevia cartas, passava batom vermelho e as enxia de beijinhos, passava perfume e as enviava na esperança de uma resposta, de um momento que fosse igual as cenas de Malhação (na época, era minha novela favorita). Pena de mim, nunca passei da ''quase irmã'' para ele. O tempo passou, eu cresci, amadureci e amor se foi. E foi desde então, que passei a ver a música com outros olhos e sempre terminava com aquele refrão: ''Enquanto a vida vai e vem, você procura achar alguém que um dia possa lhe dizer; - quero ficar só com você...'' e eu esperei.

Diferente das minhas amigas, colegas e companheiras de ''grupinhos escolares'', nunca tive pressa para achar alguém, para namorar ou tive crises de ''abstinência'' de beijos na boca. Sempre fui das que falava  que nunca ia se apaixonar, que ''namorar para quê''? e tentava acreditar nisso. Mas no fundo, esperava sim encontrar um amor verdadeiro, e o ''princípe'' no cavalo branco (ecat, isso foi muito menininha para minha pessoa). E por essa minha escolha de vida, fiquei com poucos garotos nessas minhas 20 lindas primaveras, e todos de algum modo, foram importântes para o meu amadurecimento sentimental.


Até que (sempre tem que ter um ''até'', né?) no meio do ano passado, precisamente em Agosto de 2011, uma semana depois de começar no primeiro período do curso de Publicidade e Propaganda, conheci o Felipe. E depois da nossa primeira conversa, eu tive a certeza que deveria o conhecer melhor. Meio ''sem querer, querendo'' acabei sentando ao lado dele na sala de aula e a coisa começou a desandar. Descobrimos que compartilhamos o mesmo signo (leoninos dão certos juntos, somos prova disso) e o melhor, ele faz aniversário 4 dias depois de mim, apesar dele ser mais velho que eu. Descobrimos também que temos os mesmos hobby's (desenhar, dormir e fotografar), os mesmos sonhos (tornar-mos fotógrafos) e outras coisas bem parecidas em meio as nossas famílias, como o pai dele também ter o mesmo signo que o meu pai e uma parte da família dele por parte de mãe, ser de São Paulo, como a minha.

E com um pouco mais de um mês de amizade, no dia 15 de Setembro, ele me pediu em namoro. E eu achei bem interessante a nossa relação, porque não houve aquele ''ficar'' antes e depois namorar. Já começamos namorando, nosso primeiro beijo já foi como namorados e sim, ele foi/é o meu primeiro namorado. E ele morre de orgulho por isso. As vezes acho estranho, e algumas pessoas também. 20 anos e primeiro namorado? Nos dias de hoje, isso é bem dificil acontecer. As ''novinhas'' já batem o record aos 15 anos, né? E eu acho essa precocidade infantil muito errada e a reprovo.

Por isso, deixo um conselho para as meninas mais novas que lêem o blog. Não tenham pressa, esperem e não vão nunca pela cabeça das pessoas, sigam o coração de vocês. Quando for o momento certo para namorar, vai ser. E nunca façam por fazer, se permitam amar e ser amadas de verdade e não por ''modinha''. Eu esperei o tempo certo para namorar a pessoa certa, e estou vivendo um dos melhores momentos de toda a minha vida. Porque realmente existe amor. E mesmo que nem o Google consiga explicar, ele é sempre muito bom.






9 comentários:

  1. Sabe quando você lê o texto do nada só pra ver se vale a pena? Uma história linda e vou te dizer, era tu-do que eu precisava "ouvir" agora. Vou dormir com um sorriso no rosto, desejo felicidades!! Coisas boas vem para quem sabe esperar.. Um beijo =**

    ResponderExcluir
  2. que lindos!
    felicidade =]
    Beijinhos **

    http://priscilalirow.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. que lindos *-* vio qando vai sair o sorteio?

    ResponderExcluir
  4. De fato para o amor não há explicação. Só quem sente sabe. E a questão é essa, o sentir e não o entender. rs Amei o post linda!

    Beijos
    http://www.comoumrefugio.com/

    ResponderExcluir
  5. Oooun que fooofos (:
    Adoorei o texto floor
    Beeijos | nGarotas de Fase

    ResponderExcluir
  6. que bom que vc soube esperar! eu tb esperei e hoje estou aqui casada e muito feliz, apesar dos pesares!

    espero que continue dando tudo certo!

    bj

    Leandra - www.cherryboomshop.com

    ResponderExcluir
  7. Que lindo sua postagem e seu cantinho! To seguindo! =)

    felicidades sempre!

    Vida de Garota
    @maaryale

    ResponderExcluir
  8. May Fidélis:
    Own linda, que bom que gostou. Sim, coisas boas vem quando sabemos esperar. Eu esperei o momento certo para me apaixonar, e não teria feito de outra maneira.

    Priscila:
    Sua linda, somos os mais fofos do mundo. s2

    Believe:
    Obrigada :D Já saiu!

    Como um refúgio:
    Pois é, sem explicação ele é mais gostoso. Viver como se não existisse respostas para as perguntas. Assim é o amor. s2

    ResponderExcluir
  9. Thaís:
    Own linda, obrigada por gostar :D

    Leandra:
    Ah, espero casar com o Fê também. Claro, esperando sempre o momento certo sem ''meter os pés pelas mãos''. E todo relacionamento tem os seus ''pesares'' né?

    Marina:
    Obrigada linda, espero ver-te sempre aqui!

    ResponderExcluir

Gostou do Blog? Do Post? Quer deixar alguma dica ou mensagem? É só preencher logo a baixo:







Design e código feitos por Julie Duarte. A cópia total ou parcial são proibidas, assim como retirar os créditos.
Gostou desse layout? Então visite o blog Julie de batom e escolha o seu!